Mochilão Argentina e Uruguai – 10 dias

Vamos começar o ano tirando a poeira daqui.

Em novembro de 2012, eu e minha namorada fizemos mais um mochilão, desta vez pegamos 10 dias e partimos para conhecer Buenos Aires.

Por sorte pegamos uma ótima semana, depois de um grande protesto e antes do famoso 8N, que paralisou a cidade inteira, inclusive com greve nos aeroportos.

Esta foi uma viagem planejada com apenas 1 mês de antecedência, bem diferente do que costumamos fazer, que é 3 a 4 meses antes.

 

A Argentina está com problemas financeiros então os valores que vou colocar aqui podem ter mudados, isso porque a inflação deles está oscilando muito.

Muitos acham que a Argentina é o paraíso das compras, quem está afim de ir pra lá apenas para fazer compras já te digo que não vale a pena, os preços estão muito parecidos com o Brasil, mesmo nos outlets não valia a pena fazer compras, apesar de não irmos com essa intenção passamos nos principais lugares para ver como estavam os preços.

Nossa viagem ficou em torno de  R$ 2.500 por pessoa.

Compramos passagens em uma promoção da Qatar pela bagatela de  R$ 715,00 (ida/volta).

Para hospedagem, testamos o AirBnB e funciona muito bem, alugamos um apartamento bem aconchegante e próximo a San Telmo (esse aqui), o único problema do apartamento foi apenas a internet, que não funcionava no quarto inteiro, muitas vezes tivemos que sentar próximo a porta para poder usar.

Vamos ao que interessa, afinal também quero relembrar essa viagem novamente 🙂

Chegamos no aeroporto de Ezeiza perto das 21hs, porém antes do nosso vôo havia chegado um da Bolívia ou Colômbia não estou lembrado, o que fez a imigração ficar muito  lenta, porque eles verificavam todos os passageiros desse vôo, devido a isso ficamos mais de 2 horas na fila da imigração, mas foi tudo tranquilo, de Ezeiza até o centro são cerca de 30 minutos ou menos dependendo do motorista, é possível ir de ônibus tanto comum quanto de viagem, como já era tarde e estávamos cansados pegamos um “remis” , que é um taxi particular, custo por volta de  R$ 85,00, chegamos em cerca de 25 minutos apartamento.

Ficamos bem preocupados de chegar tarde no apartamento, mas como o host mora no apartamento acima ficamos mais tranquilos, ele foi super atencioso, nos deu algumas dicas e inclusive fez câmbio pra gente com um valor acima do encontrado nas casas de câmbio.

Estávamos bem próximos a este prédio bem conhecido da Av 9 de julho.

 Nosso primeiro dia se resumiu a andar pela cidade sem rumo nenhum, andamos cerca de 10 horas, parando apenas para comer, como a cidade é inteiramente plana é super tranquilo para andar.

No dia 10/11 havia uma festa na cidade, assim como temos aqui em São Paulo a famosa Virada Cultural e Virada Esportiva, eles criaram a Noite dos Museus, nós não sabíamos deste evento e tivemos sorte, pois todos os museus estavam abertos de madrugada, todos gratuitos e além disso os transportes também estavam de graça, metrô e ônibus.

Nosso único problema foi estar cansado demais para essa noite rs, então acabamos visitando apenas o Museu das Armas e um pequeno museu de jogos que acredito que foi criado apenas para a data.

No terceiro dia entramos na casa Rosada e seguimos para San Telmo e de lá fomos conhecer Caminito, de todas nossas pesquisa todos falam que é perigoso ir andando até lá, mas  apesar do medo decidimos ir andando, é uma boa caminhada e dá para ver que La Boca é uma área mais pobre de Buenos Aires.

Lá conhecemos a famosa casa da Havana e também entramos no Estádio do Boca Juniors.

 

Ainda no mesmo dia fomos conhecer o cemitério da Recoleta e a famosa Flor Gigante.

 O quarto dia era o mais esperado por nós, pois íamos até o Zoológico de Lujan, é muito fácil chegar no zoológico, basta descer na estação Plaza Itália que fica na frente  do Zoológico de Buenos Aires, de lá caminhe até a Av Sarmiento, do lado esquerdo haverá um quiosque para aluguel de bicicletas e a frente têm vários ônibus, nos pontos existem uma plaquinha escrito para onde eles vão, o de Lujan se não me engano é o segundo, mas caso você não veja a placa pergunte.

A tarifa para ir até o zoológico custa 15 pesos, porém se você tiver o cartão custa entre 10 e 12 pesos, é como nosso bilhete único e você pode comprá-lo em quiosques espalhados pela cidade.

Importante lembrar também que caso você não tenha o cartão todo esse montante deve estar em moedas, pois a máquina não aceita notas 🙂

Depois de pegar o ônibus você chega no zoológico em cerca de 1:30 hs, não se preocupe pois o motorista avisa onde tem que descer, o ônibus não pára na porta, ele te deixa do outro lado de uma auto-estrada, assim que você descer terá que passar por baixo desta  e ir para a direita, não estou muito lembrado mas acho que tinham algumas sinalizações, mas depois que você passar por baixo da auto-estrada já irá ver vários tratores que fazem parte da coleção do zoo.

O zoo custa 65 reais por pessoa, e sim, você pode pagar em reais :).

No quinto dia demos um pulinho em Colonia – Uruguai, compramos a passagem em uma loja da SeaCat e ficou 95 reais sendo ida/volta no mesmo dia.

Colonia é uma cidade bem tranquila e o real vale muito bem lá, para terem uma idéia passamos o dia lá com apenas 70 reais, mais ou menos 700 pesos uruguaios.

 

No sexto dia fomos conhecer o Jardim Japonês, fica praticamente atrás do Zoológico de Buenos Aires.

 

No sétimo dia fomos a cidade de Tigre, existem várias formas de se chegar na cidade, mas a mais simples é pegar o Trem de La Costa, custa 32 pesos ida e volta e você pode descer em qualquer uma das estações do caminho.

 

No oitavo dia passamos novamente por San Telmo para tirar um fotinho com a Mafalda e de lá seguimos para o museu que fica atrás da Casa Rosada, Museu Bicentenário e depois passamos pelo Museu Fragata.

 E por fim no nono dia fomos conhecer o Mundo Marino, que fica em Mar del Plata, compramos as passagens na Agência Colprim, pelo que vimos é a única agência de viagens que vende este passeio, custou 390 pesos por pessoa (mais ou menos 200 reais), é uma viagem bem longa, mas valeu muito a pena.

 

E acabou, no décimo dia apenas compramos lembrancinhas e muitos alfajores :).

Se quiserem ver mais fotos desta viagem: acessem meu flickr

Se tiverem dúvidas ou quiserem saber mais informações podem perguntar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *