Mochilão Europa 2013 – Alemanha, Áustria, Holanda, Bélgica e França

Mais uma Eurotrip, desta vez conhecendo 5 países (4 novos para mim e minha namorada ), Alemanha, Áustria, Holanda, Bélgica e França.

Para começar, dessa vez fomos em um grupo de 6 pessoas, o que ajudou bem no custo de hospedagem.

Nossa viagem começou por Munich – Alemanha (24/04/13), uma cidade muito bonita e pequena.  Ficamos 4 dias e aqui o que fizemos:

Dia 1 – 24/04/13 – Munich

Chegamos em Munich por volta das 14:00hs da tarde, então seguimos somente para o Hostel, deixamos as mochilas e fizemos uma pequena caminhada pelo centro, o Euro Youth Hostel está bem próximo da estação central, não chega nem a  700mts de distância, na mesma rua existem outros hostels.

E acabamos por achar um parque itinerante, que segundo eles é uma pré-oktoberfest (mesmo sendo em abril rs), com direito até a Carrossel de cerveja.

Alemanha

 

 

Dia 2 – 25/04/13 – Munich

Como tinhamos prioridade de ir no castelo de Neuschwanstein pegamos o primeiro trem, mesmo sabendo que o bilhete familia ficava mais barato, porém teriamos que sair mais tarde.

Portanto o ticket de ida para Fussen custou: 24,70 euros.

Lá existem 2 castelos, Neuschwanstein e Hohenschwangau, não tinhamos interesse de visitar o Hohenschwangau por isso compramos apenas o ticket de Neuschwanstein que custo 12 euros.

A visita é guiada e é bem rápida, mas você pode ficar bastante tempo nos pátios antes do tour.

 

DSC_0032

No tour não é permitido tirar fotos, você faz uma bela caminha por algumas das salas e quartos, mas não se vê o castelo inteiro. Acredito que o tour tenha durado uns 30 minutos no máximo.

Saindo do tour seguimos para a melhor vista do castelo, uma bela caminhada até o topo de uma montanha de onde é possível ver a clássica foto do castelo 🙂
DSC_0073

Saímos do castelo e almoçamos em uma pequena lanchonete bem próximo onde se compra o ingresso do castelo e voltamos para a estação.

Ao chegarmos na estação, optamos por comprar o ticket familia, pois seria mais barato, mas por um problema na máquina acabou cobrando 2x no meu cartão de crédito. Por sorte seguimos até o guiche e a simpática atendente perguntou se queriamos apenas modificar a data do bilhete ou o dinheiro de volta. Como tinhamos programado de visitar Salzburgo no dia seguinte e o bilhete familia servia, pedimos para ela alterar a data.

Voltamos a Munich e fomos curtir mais 1 fim de tarde no parque.

Alemanha

Alemanha

Dia 3 – 26/04/13 – Salzburgo

Salzburgo é uma pequena cidade da Áustria, muito conhecida por ser o berço de Mozart, ela fica a cerca de 2 horas de munich, vale a pena a visita e por ser possível chegar lá utilizando o bilhete familia (Bayern Ticket) para até 5 pessoas.

Não é uma cidade barata para se conhecer pelo simples fato de que ela vive praticamente do turismo, demos uma voltinha pela cidade apenas, subimos até o pé do castelo, mas não entramos.

 

Salzburgo

Salzburgo

Salzburgo

Nos contentamos apenas em apreciar a cidade. Voltamos para Munich no fim da tarde.

Dia 4 – 27/04/13 – Dachau

Acordamos cedo e seguimos para Dachau, para ver o campo de concentração. Compramos o bilhete familia, pois de fim de semana vale desde as 8hs da manhã.

Como chegamos bem cedo, o campo estava praticamente vazio. Para quem não dava a mínima a guerra durante a escola, vale muito a pena a visita, além de ser gratuito.

Pegamos 1 audio guia, para que a visita fosse mais interessante 3,50(euros).

DSC_0234

DSC_0254

Essa visita é possível fazer em umas 5 horas, acho que foi esse tempo que gastamos lá.
Voltamos para Munich e as garotas foram as compras no restinho da tarde e de noite fomos tomar mais algumas cervejas.

Dia 5 – 28/04/13 – Munich

Pegamos esse dia para descansar, já que ficamos na correria em todos os dias anteriores.

Acordamos um pouco mais tarde, fizemos mais um volta pelo centro de Munich,visitamos alguns lugares e voltamos para arrumar as malas e seguir para nosso próximo destino: Amsterdam.

Compramos os tickets pela internet, tanto para conseguir um belo desconto e lugar, pois estava bem próximo do dia da Rainha.

Na verdade nosso amigo holandês foi quem comprou, pois o site da Ns Hispeed  não deixa utilizar cartão brasileiro para compra e a diferença de preço nas empresas aqui do Brasil era absurba.

Pegamos o trem as 22hs e chegamos em Amsterdam as 8hs do dia 29.

 

DSC_0302

DSC_0363

 

Dia 6 – 29/04/13  – Amsterdam

Embora a viagem tenha sido bem longa, achei muito confortável viajar de trem, nós pegamos uma cabine para 6 pessoas, com uma espécie de cama, mas que se fez suficiente para descansar.

 

DSC_0366

 

Em Amsterdam preferimos alugar um apartamento,  isso porque  a cidade estava bem cheia por causa do evento.

Alugamos o apartamento pelo AirBnB, segunda vez que utilizei o serviço e continuo recomendando, nosso apartamento ficava bem próximo ao VondelPark, o Tram que partia da estação central tinha um ponto bem em frente do apartamento, super tranquilo de chegar.

Deixamos as mochilas no apê e seguimos para conhecer a cidade. Amsterdam é praticamente toda plana, dificilmente se vê alguma subida, e claro dominada pelas bicicletas e pra não ficarmos de fora, alugamos bike já no primeiro dia.

Demos um volta pela cidade e voltamos para conhecer o VondelPark .

Amsterdam

Amsterdam

Entregamos as bicicletas e fomos conhecer um pouco mais da cidade a pé.

Amsterdam

Amsterdam

 

Dia 7 – 30/04/13 – Amsterdam – Dia da Rainha (agora Rei rs)

Dia 30/04 entrou para a história em Amsterdam e me sinto feliz de ter participado desse grande evento.

A cidade inteira para para celebrar este grande dia, neste a Rainha abdicou do trono passando o poder para seu filho.

Não tem muito o que falar deste dia, por isso vou colocar algumas fotos para ilustrar :).

 

Amsterdam

Amsterdam

Amsterdam

Amsterdam

Amsterdam

Amsterdam

Na verdade tinha sim um ponto a se falar deste dia, andando pela cidade ao passarmos pela frente do corpo de bombeiros vimos que eles estavam arrecadando dinheiro para uma instituição que cuida de pessoas que sofreram queimaduras, e além de pode contribuir com essa causa você podia ter uma vista privilegiada de Amsterdam:

 

Amsterdam

Amsterdam

Amsterdam

 

Dia  8 01/05/13 – Amsterdam

Alugamos novamente as bikes e desta vez decidimos fazer uma rota ao invés de apenas andar pela cidade.

Nosso primeiro ponto de parada foi a casa de Anne Frank

Amsterdam

Chegamos lá por volta das 10hs, estavam relativamente vazio, acredito que tinha cerca de 20 pessoas na nossa frente. É muito emocionante poder visitar um lugar como esse e ver a história do que aconteceu.
Mais um lugar onde não se pode tirar fotos, mas vale muito a pena visitar, tem muita coisa intacta, principalmente do quarto dela.

Demoramos cerca de 1:30hs, saímos, pegamos as bikes e seguimos para a estação central, para comprarmos os bilhetes para visitar Keukenhof no dia seguinte e o trem de ida para Bruxelas.

Amsterdam

Amsterdam

Andamos mais um pouco pela cidade e voltamos, pois tínhamos marcado de conhecer nosso amigo holandês, que até então o conhecíamos somente pela internet :).

Fomos em um bar bem típico holandês, bebemos algumas cervejas e comemos uma bela sopa.
Depois do bate papo, seguimos a pé até o apartamento, mas antes passamos pelo Red Light District.

Dia 9 – 02/05/13 – Keukenhof

Chegamos em Keukenhof por volta das 11hs, acredito que foi o dia mais frio da viagem pois estava ventando muito.
Não sei muito o que falar sobre esse dia, então vamos as fotos:

Amsterdam

Amsterdam

Amsterdam

Uma paradinha para uma partida de xadrez:

Amsterdam

Amsterdam

Amsterdam

Amsterdam

 

Dia 10 – 03/05/13 – Bruxelas

Como no apartamento de Amsterdam tinha uma lavadora e secadora de roupas, aproveitamos para lavar nossas roupas.

Arrumamos nossas mochilas e seguimos para Bruxelas, de Amsterdam até lá são cerca de 1:30, se você optar pelo trem mais rápido, este não foi o nosso caso, queríamos economizar um pouco por isso pegamos o mais lerdinho rs, 39 euros.

Em Bruxelas, conseguimos uma ótima promoção no Aloft Brussels, um hotel conceitual, com direito a uma sala de Wii e academia. Praticamente nossos únicos dias de luxo nessa viagem rs.

Chegamos por volta das 15hs, aproveitamos para dar uma descansada no hotel e seguimos para o centro para praticamente jantar e conhecer as cervejas locais.

Também aproveitamos para comprar o trem de Bruxelas para Paris, ficou em 74 euros, só tinha trem expresso.

Bruxelas
Bruxelas
Bruxelas

Bruxelas

Voltamos para o Hotel e apenas descansamos.

Dia 11 – 04/05/13 – Bruxelas

Acordamos um pouco mais tarde e seguimos novamente para o centro, desta vez para conhecer monumentos e igrejas.
E aproveitar a cerveja barata para comemorarmos nossa viagem :).
Bruxelas

Bruxelas

Bruxelas

Bruxelas

Bruxelas

Voltamos para o Hotel, fizemos nossa comemoração e descemos para jogar um pouco de Wii, afinal todo mundo com um pouco de efeito alcóolico iria querer dançar Just Dance .

Bruxelas

Bruxelas

Dia 12 – 05/05/13 – Bruxelas – Paris

Devido a longa jogatina no dia anterior ficamos bem cansados e acordamos um pouco tarde, apenas fizemos o check-out e seguimos para a estação de trem.

Chegamos em Paris por volta das 15hs, a viagem durou cerca de 2 horas.

Em Paris também alugamos um apartamento pelo AirBnB, bem próximo a estação Hotel de Ville, o único contra deste apartamento era ser no  quinto andar e não ter elevador.

Como era domingo aproveitamos para ir no Louvre já que era gratuito, fizemos uma visita rápida pois ele fechava as 18hs, mas deu para ver bastante coisa, inclusive a Monalisa.
Sem título

Sem título

Saímos do Louvre e fomos atrás de comprar tickets para a Disney no dia seguinte. Cada ticket ficou 86 euros, com direito a trem de ida e volta e os 2 parques.

Disney

Dia 13 – 06/05/13 – Paris – Disney

Se assim como eu, você ainda não teve oportunidade de visitar a Disney Americana, recomendo que você visite a Disney Paris. Mesmo que todos que você conheça diga que ela é pequena, ou que é cara, etc.

É possível visitar os 2 parques em 1 dia, claro que você terá que deixar algumas atrações, mas isso não afeta no quesito diversão.

Chegar na Disney é super tranquilo, a estação de trem é na porta da Disney.

Disney

Disney

Disney

Disney

Disney

Disney

Disney

Disney

Disney

 

Dia 14 – 07/05/13 – Paris

Saímos pela manhã e seguimos em direção as Catacumbas, passamos antes pelo Pantheon e Jardim de Luxemburgo .
Paris

Paris

Paris

Quando fomos em Dezembro de 2011, não pegamos fila nenhuma para visitar as Catacumbas, porém desta vez demoramos umas 2 horas na fila.

Paris

Paris

Voltamos para o apartamento, eu estava meio zuado da gripe então preferi descansar, os demais seguiram para subir na Torre Eiffel, eu e minha namorada não queríamos subir novamente.

Dia 15 – 08/05/13 – Paris

Acordei bem melhor da gripe e de volta a ativa rs.
Tomamos café da manhã e seguimos para o Les Invalides.

Paris

Paris

De lá seguimos para o Museu de Arte Natural:

Paris

Paris

Paris

E Por fim seguimos até a Sacré Coeur e Moulin Rouge:

Paris

Paris

Dia 16 – 09/05/13 – Paris

Um dia mais tranquilo, seguimos para o Arco do Triunfo, Ladurée, e Torre Eiffel.

Paris

Paris

Paris

Paris

Dia 17 10/05/13 – Paris

E acabou-se mais uma trip, usamos esse dia para comprar alguns presentes e descansar pois nosso vôo iria sair as 7hs da manhã do dia 11/05, o que foi um problema para a gente rs.

Saímos do apartamento as 22hs e seguimos para a estação, compramos o ticket para o Aeroporto Orly, porém só chegamos na estação por volta das 23:30hs e já não tinha mais trem para o aeroporto, não sabiamos deste horário. Por sorte pegamos um taxi que ficou 6 euros por pessoa.

Se você quer saber se dormimos no aeroporto, a resposta é sim, tomamos 5 horas de chá de cadeira.

E assim acabou nossa incrível trip, caso você tenha dúvidas sobre preço de algo pode perguntar.

Essa viagem custou por volta de 6 mil reais por pessoa, incluíndo a passagem aérea, portanto mais ou menos 2 mil de passagem e 4 mil para se manter e deslocar.

 

Como vocês viram tirei muitas fotos e você pode ver mais no meu Flickr: http://www.flickr.com/photos/neyestrabelli/collections/72157633496642070/

Mochilão Argentina e Uruguai – 10 dias

Vamos começar o ano tirando a poeira daqui.

Em novembro de 2012, eu e minha namorada fizemos mais um mochilão, desta vez pegamos 10 dias e partimos para conhecer Buenos Aires.

Por sorte pegamos uma ótima semana, depois de um grande protesto e antes do famoso 8N, que paralisou a cidade inteira, inclusive com greve nos aeroportos.

Esta foi uma viagem planejada com apenas 1 mês de antecedência, bem diferente do que costumamos fazer, que é 3 a 4 meses antes.

 

A Argentina está com problemas financeiros então os valores que vou colocar aqui podem ter mudados, isso porque a inflação deles está oscilando muito.

Muitos acham que a Argentina é o paraíso das compras, quem está afim de ir pra lá apenas para fazer compras já te digo que não vale a pena, os preços estão muito parecidos com o Brasil, mesmo nos outlets não valia a pena fazer compras, apesar de não irmos com essa intenção passamos nos principais lugares para ver como estavam os preços.

Nossa viagem ficou em torno de  R$ 2.500 por pessoa.

Compramos passagens em uma promoção da Qatar pela bagatela de  R$ 715,00 (ida/volta).

Para hospedagem, testamos o AirBnB e funciona muito bem, alugamos um apartamento bem aconchegante e próximo a San Telmo (esse aqui), o único problema do apartamento foi apenas a internet, que não funcionava no quarto inteiro, muitas vezes tivemos que sentar próximo a porta para poder usar.

Vamos ao que interessa, afinal também quero relembrar essa viagem novamente 🙂

Chegamos no aeroporto de Ezeiza perto das 21hs, porém antes do nosso vôo havia chegado um da Bolívia ou Colômbia não estou lembrado, o que fez a imigração ficar muito  lenta, porque eles verificavam todos os passageiros desse vôo, devido a isso ficamos mais de 2 horas na fila da imigração, mas foi tudo tranquilo, de Ezeiza até o centro são cerca de 30 minutos ou menos dependendo do motorista, é possível ir de ônibus tanto comum quanto de viagem, como já era tarde e estávamos cansados pegamos um “remis” , que é um taxi particular, custo por volta de  R$ 85,00, chegamos em cerca de 25 minutos apartamento.

Ficamos bem preocupados de chegar tarde no apartamento, mas como o host mora no apartamento acima ficamos mais tranquilos, ele foi super atencioso, nos deu algumas dicas e inclusive fez câmbio pra gente com um valor acima do encontrado nas casas de câmbio.

Estávamos bem próximos a este prédio bem conhecido da Av 9 de julho.

 Nosso primeiro dia se resumiu a andar pela cidade sem rumo nenhum, andamos cerca de 10 horas, parando apenas para comer, como a cidade é inteiramente plana é super tranquilo para andar.

No dia 10/11 havia uma festa na cidade, assim como temos aqui em São Paulo a famosa Virada Cultural e Virada Esportiva, eles criaram a Noite dos Museus, nós não sabíamos deste evento e tivemos sorte, pois todos os museus estavam abertos de madrugada, todos gratuitos e além disso os transportes também estavam de graça, metrô e ônibus.

Nosso único problema foi estar cansado demais para essa noite rs, então acabamos visitando apenas o Museu das Armas e um pequeno museu de jogos que acredito que foi criado apenas para a data.

No terceiro dia entramos na casa Rosada e seguimos para San Telmo e de lá fomos conhecer Caminito, de todas nossas pesquisa todos falam que é perigoso ir andando até lá, mas  apesar do medo decidimos ir andando, é uma boa caminhada e dá para ver que La Boca é uma área mais pobre de Buenos Aires.

Lá conhecemos a famosa casa da Havana e também entramos no Estádio do Boca Juniors.

 

Ainda no mesmo dia fomos conhecer o cemitério da Recoleta e a famosa Flor Gigante.

 O quarto dia era o mais esperado por nós, pois íamos até o Zoológico de Lujan, é muito fácil chegar no zoológico, basta descer na estação Plaza Itália que fica na frente  do Zoológico de Buenos Aires, de lá caminhe até a Av Sarmiento, do lado esquerdo haverá um quiosque para aluguel de bicicletas e a frente têm vários ônibus, nos pontos existem uma plaquinha escrito para onde eles vão, o de Lujan se não me engano é o segundo, mas caso você não veja a placa pergunte.

A tarifa para ir até o zoológico custa 15 pesos, porém se você tiver o cartão custa entre 10 e 12 pesos, é como nosso bilhete único e você pode comprá-lo em quiosques espalhados pela cidade.

Importante lembrar também que caso você não tenha o cartão todo esse montante deve estar em moedas, pois a máquina não aceita notas 🙂

Depois de pegar o ônibus você chega no zoológico em cerca de 1:30 hs, não se preocupe pois o motorista avisa onde tem que descer, o ônibus não pára na porta, ele te deixa do outro lado de uma auto-estrada, assim que você descer terá que passar por baixo desta  e ir para a direita, não estou muito lembrado mas acho que tinham algumas sinalizações, mas depois que você passar por baixo da auto-estrada já irá ver vários tratores que fazem parte da coleção do zoo.

O zoo custa 65 reais por pessoa, e sim, você pode pagar em reais :).

No quinto dia demos um pulinho em Colonia – Uruguai, compramos a passagem em uma loja da SeaCat e ficou 95 reais sendo ida/volta no mesmo dia.

Colonia é uma cidade bem tranquila e o real vale muito bem lá, para terem uma idéia passamos o dia lá com apenas 70 reais, mais ou menos 700 pesos uruguaios.

 

No sexto dia fomos conhecer o Jardim Japonês, fica praticamente atrás do Zoológico de Buenos Aires.

 

No sétimo dia fomos a cidade de Tigre, existem várias formas de se chegar na cidade, mas a mais simples é pegar o Trem de La Costa, custa 32 pesos ida e volta e você pode descer em qualquer uma das estações do caminho.

 

No oitavo dia passamos novamente por San Telmo para tirar um fotinho com a Mafalda e de lá seguimos para o museu que fica atrás da Casa Rosada, Museu Bicentenário e depois passamos pelo Museu Fragata.

 E por fim no nono dia fomos conhecer o Mundo Marino, que fica em Mar del Plata, compramos as passagens na Agência Colprim, pelo que vimos é a única agência de viagens que vende este passeio, custou 390 pesos por pessoa (mais ou menos 200 reais), é uma viagem bem longa, mas valeu muito a pena.

 

E acabou, no décimo dia apenas compramos lembrancinhas e muitos alfajores :).

Se quiserem ver mais fotos desta viagem: acessem meu flickr

Se tiverem dúvidas ou quiserem saber mais informações podem perguntar.